Bem vindo ao SOS Designers

Faça o seu cadastro gratuito no Portal SOS Designers e tenha um acesso personalizado.

Empresas

Cadastre gratuitamente suas vagas, crie sua propria Lista de Curriculos Favoritos, e tenha um acesso personalizado.

Usuarios

Cadastre gratuitamente seu curriculo, crie sua propria Lista de Noticias Favoritas e tenha um acesso personalizado.

Área de Empresas | Vagas

Área de acesso a empresas cadastradas que desejam postar vagas de empregos no Portal e pesquisar curriculos.

Cadastre-se gratuitamente
Esqueceu a sua senha?

Área de Usuarios | Curriculos

Área do Usuario que deseja cadastrar seu curriculo e pesquisar vagas.



Cadastre-se gratuitamente
Esqueceu a sua senha?


Redes Sociais
Siga o Portal SOS Designers no Twitter Siga o Portal SOS Designers no Facebook

Tendências


Você está aqui: Home » Tendências » Quando acaba o trabalho do planejamento estratégico digital?

Quando acaba o trabalho do planejamento estratégico digital?


Pesquisar no Portal SOS Designers





Tempo Real



Siga o SOS Designers








SOS Designers

O trabalho do profissional de planejamento digital é relativamente novo no Brasil. Acredito que há 2 ou 3 anos que esse profissional está realmente sendo valorizado dentro das agências, e melhor do que isso, os clientes estão começando a ver a sua importância dentro do projeto.


Por ser uma área nova dentro das agências, muito ainda se discute sobre o papel do planejador ou planner na conceituação do projeto. A equipe de tecnologia, criação, gerencia de projetos, mídia e atendimento já tem seus papeis bem definidos. O planner está cavando o seu espaço.


O mídia hoje é o profissional do momento, uma vez que agora as empresas estão olhando a web de outra forma e resolvendo investir. Espero que esse investimento cresça a cada dia. As métricas também estão cada vez mais precisas, com mais recursos e oferecendo novidades as campanhas. Criação, tecnologia e atendimento sempre foram valorizados, afinal, o seu trabalho é que realmente aparece para o público final.



E o planner, onde fica nessa?



Alguns vão dizer que o planner é aquele cara “que monta o power point” que vai ser apresentado ao cliente; outros vão dizer que é aquele que define o público-alvo do site ou aquele que “faz pesquisas” para ajudar o trabalho da criação.



ERRADO! O planner é muito mais do que isso. E digo mais, o trabalho de um bom planner começa efetivamente quando o site está no ar! Isso mesmo, o seu trabalho árduo se inicia quando o da criação, ti, atendimento, projetos acaba. E nesse momento, que ao lado da mídia, o seu trabalho deve ser ainda mais valorizado.



O processo de construção de um site é BASICAMENTE feito da seguinte forma: O atendimento recebe o brief. Esse documento é passado para a agência. O planner vai analisar diversos fatores como mercados, concorrência, público-alvo, tendências, novidades, o que estão falando da marca em redes sociais, vendas da empresa, objetivos de marketing, o que as pessoas esperam da marca... Esses são os principais pilares de análise. Isso pronto é passado às equipes de criação, tecnologia, projetos e em alguns casos para os Arquitetos de Informação (ai entra o “fazedor de power point”). Projeto pronto, cliente aprova e ele vai para o ar.


Mas que empresa gasta milhares de reais apenas para ter o seu endereço na web?
Infelizmente muitas, mas vamos nos concentrar naquelas que querem retorno com esse canal de comunicação (retorno em vendas, branding, relacionamento, cadastros...) a partir do momento que esse site está no ar, as pessoas vão acessar. Seja apenas 5 ou 6 curiosos que decidiram digitar a marca no Google ou 50 mil que vieram através de uma pesada campanha de mídia, é preciso entender o comportamento desse usuário.



Porque entrou, porque saiu, converteu? Ou seja, o objetivo do site foi alcançado? Nesse momento, o profissional de planejamento entra para analisar o comportamento do usuário, ele precisa entender tudo o que acontece dentro do site. Quem veio, de onde veio e porque veio; depois traduzir isso em estratégias para reter esses usuários.



O trabalho do planner deve andar junto com as métricas, entretanto, é bom saber que métricas são números que se bem usados trazem resultados, mal usados são apenas “planilhas do excel”.


Dados só viram informações quando há inteligência por trás e essa inteligência é o papel do planner que deve analisar dia-a-dia o comportamento do site e usuário – sem se esquecer dos outros pilares já citados. Em resumo, o planner busca soluções para a performance do site. Constantemente!


O planner liga a marca ao consumidor. Essa ligação gera resultados para ambos. Seja financeiro para a marca e satisfatório ao consumidor. Essa preocupação tem que ser constante. O consumidor satisfeito é aquele que percebe que a marca cumpriu o que prometeu. Ele satisfeito, indicará a marca a amigos, vizinhos, familiares. Esses satisfeitos farão o mesmo, assim, seja via web ou fisicamente, um consumidor satisfeito gera uma grande rede social em volta da marca.


Parabéns ao planner que conseguir isso para as marcas que ele trabalha!


Sobre o Colunista:

Felipe Morais


Descrição: Felipe Morais (@plannerfelipe) é especialista e autor do livro Planejamento Estratégico Digital (Ed Brasport). Autor do Blog do Planejamento (http://plannerfelipemorais.blogspot.com) e Gerente de Planejamento da Vostu.com

Deixe seu comentário:





© Copyright 2002-2017
Portal SOS Designers
Webmaster: Luiz Antonio Bovi