Bem vindo ao SOS Designers

Faça o seu cadastro gratuito no Portal SOS Designers e tenha um acesso personalizado.

Empresas

Cadastre gratuitamente suas vagas, crie sua propria Lista de Curriculos Favoritos, e tenha um acesso personalizado.

Usuarios

Cadastre gratuitamente seu curriculo, crie sua propria Lista de Noticias Favoritas e tenha um acesso personalizado.

Área de Empresas | Vagas

Área de acesso a empresas cadastradas que desejam postar vagas de empregos no Portal e pesquisar curriculos.

Cadastre-se gratuitamente
Esqueceu a sua senha?

Área de Usuarios | Curriculos

Área do Usuario que deseja cadastrar seu curriculo e pesquisar vagas.



Cadastre-se gratuitamente
Esqueceu a sua senha?


Redes Sociais
Siga o Portal SOS Designers no Twitter Siga o Portal SOS Designers no Facebook

Cloud Computing


Você está aqui: Home » Cloud Computing » Nuvens privadas: começando a jornada em direção à cloud computing

Nuvens privadas: começando a jornada em direção à cloud computing


Pesquisar no Portal SOS Designers





Tempo Real



Siga o SOS Designers








pub_flash( 'http://www.sosdesigners.com/banners/mkt digital_flash_300x250.swf', 300, 250 ); " alt="Tecnoponta - 300 x 250 - MKT Digital" />

Quando se fala em computação em nuvem geralmente nos vem a cabeça as nuvens públicas como as oferecidas pela Amazon ou Google. Mas a aplicação das ideias, tecnologias e approaches destas nuvens publicas em nuvens privadas, internas à uma empresa, pode ser uma boa alternativa. Existem muitas organizações, que por questões de cultura ou premidas por aspectos regulatorios não podem entrar direto em nuvens publicas, mas tem como opção o uso de nuvens privadas. Uma nuvem privada é, na verdade, a implementação do modelo de computação em nuvem dentro de uma empresa.


Com uma nuvem privada a empresa pode usufruir de varios dos beneficios do modelo de computação em nuvem, como obtenção de recursos computacionais self-service por parte de seus usuários. Claro que ela tem que investir no seu data center e nas tecnologias que permitem a construção do ambiente de nuvem, como catalogos de serviços e softwares de gerenciamento automático de provisionamento e alocação de recursos computacionais. Mas, por outro lado, pode começar a entender o funcionamento do modelo e ajustar aos poucos seu modelo de governança para em algum tempo no futuro adotar nuvens publicas.


De maneira geral as empresas que optam por nuvens privadas são empresas de grande porte, que já tem um investimento alto em TI e mantem adequadas politicas de governança e segurança. O modelo de nuvem privado mais adotado tem sido o de IaaS, que na minha opinião é bem natural, pois não deixa de ser uma evolução do proprio processo de virtualização que estas empresas já vem adotando.


As justificativas para adoção de uma nuvem privada são econômicas (redução de custos) e qualidade dos serviços, com maior agilidade no atendimento às demandas dos usuarios por recursos computacionais.


A redução de custos é provocada pela padronização e automação dos serviços de TI. Com padronização e automação reduz-se os custos operacionais, liberando-se o staff de funções banais para atividades de maior valor agregado. Além disso, com automação, obtem-se uma maior utilização dos ativos computacionais, aproveitando-se melhor o parque computacional já instalado. Um subproduto interessante da padronização e automação é a possibilidade de mudar-se a relação entre TI e os seus usuarios, criando-se politicas mais visiveis e adequadas de chargeback.

 


Mas, cloud computing é basicamente IT-as-a-Service e portanto é absolutamente essencial que a qualidade dos serviços em nuvem prestados por TI seja superior ao modelo atual. Com uma nuvem privada abre-se oportunidade de TI criar catalogos de serviços e seus respectivos SLA. A automação tambem reduz os erros causados por intervenções manuais e libera o pessoal de TI para atuar mais focado no atendimento aos usuarios que nas atividades de pouco ou nenhum valor agregado, como alocar espaço em disco ou reservar horas em servidores.


Um outro benefício palpável é a agilidade que a nuvem oferece à organização. A nuvem privada abstrai os recursos computacionais dos usuarios, que não tem que se preocupar onde e como as aplicações rodarão. TI, por sua vez, abre espaço para os usuarios serem mais inovadores e arriscarem mais em novos produtos e serviços.


Um ponto importante é que a nuvem privada não vai existir isoladamente e portanto mais cedo ou mais tarde a empresa vai adotar nuvens hibridas, que são ambientes onde aplicações estarão parte on-premise e parte em nuvens privadas. Ou mesmo parte on-premise, parte em nuvens privadas e parte em nuvens publicas. É uma longa jornada e o planejamento para este provavel cenário deve ser desenhado desde o incio. As questões de segurança que são a principal preocupação hoje, passarão a segundo plano, uma vez resolvidas. O questionamento principal, neste cenario, sera a interoperabilidade: como conviver e coordenar ambientes multiplos, com aplicações em nuvens privadas, publicas e on-premise, tudo ao mesmo tempo?


Temos pela frente bons desafios…E é melhor começarmos a enfrenta-los já. A computação em nuvem não é uma promessa, mas uma realidade e quem não começar a desenhar suas estratégias de adoção vai perder o trem.

Sobre o Colunista:

Cezar Taurion


Profissão: Gerente de Novas Tecnologias Aplicadas/Technical Evangelist da IBM Brasil

Descrição: Profissional e estudioso de Tecnologia da Informação desde fins da década de 70, com educação formal diversificada, em Economia, mestrado em Ciência da Computação e MBA em Marketing de Serviços, e experiência profissional moldada pela passagem em empresas de porte mundial.

Escreve constantemente sobre tecnologia da informação em publicações especializadas como Computerwold Brasil, Mundo Java e Linux Magazine, além de apresentar palestras em eventos e conferências de renome.

É autor de cinco livros que abordam assuntos como Software Livre, Grid Computing, Software Embarcado e Cloud Computing. Cezar Taurion também mantém um dos blogs mais acessados da comunidade IBM developerWorks. Mantém, também, um blog específico sobre Cloud Computing em www.computingonclouds.wordpress.com

Deixe seu comentário:





© Copyright 2002-2018
Portal SOS Designers
Webmaster: Luiz Antonio Bovi