Bem vindo ao SOS Designers

Faça o seu cadastro gratuito no Portal SOS Designers e tenha um acesso personalizado.

Empresas

Cadastre gratuitamente suas vagas, crie sua propria Lista de Curriculos Favoritos, e tenha um acesso personalizado.

Usuarios

Cadastre gratuitamente seu curriculo, crie sua propria Lista de Noticias Favoritas e tenha um acesso personalizado.

Área de Empresas | Vagas

Área de acesso a empresas cadastradas que desejam postar vagas de empregos no Portal e pesquisar curriculos.

Cadastre-se gratuitamente
Esqueceu a sua senha?

Área de Usuarios | Curriculos

Área do Usuario que deseja cadastrar seu curriculo e pesquisar vagas.



Cadastre-se gratuitamente
Esqueceu a sua senha?


Redes Sociais
Siga o Portal SOS Designers no Twitter Siga o Portal SOS Designers no Facebook

Usabilidade


Você está aqui: Home » Usabilidade » Boa conduta na web

Boa conduta na web


Pesquisar no Portal SOS Designers





Tempo Real



Siga o SOS Designers








pub_flash( 'http://www.sosdesigners.com/banners/mktdigital_flash_468x60.swf', 468, 60 ); " alt="Tecnoponta - 468 x 60 - webdesign" />

Hoje, recebi a seguinte notícia em meu e-mail: Empresa é condenada a reparar fotógrafo por uso indevido de fotos. Resolvi escrever este post de “boas práticas éticas”de desenvolvimento para orientar os designers e desenvolvedores quanto à apropriação indevida de material alheio. Muitas vezes, os próprios contratantes ficam responsáveis por fornecer o conteúdo do site ao designer, que pode receber fotos escaneadas de revistas ou retiradas do Google Images na maior inocência (ou não) do proprietário do site. Para que nenhuma das partes seja prejudicada, procure adotar uma postura honesta de trabalho e educar seu cliente, além de ter o hábito de documentar em contrato todos os projetos que desenvolver, com cláusulas que determinam as obrigações de cada um (contratante e contratado).


Cuidado ao trabalhar com fotos e ilustrações de “procedência duvidosa”, que não tenham autorização expressa do fotógrafo ou da entidade responsável (no caso de bancos de imagens) para uso em seu material, especificamente. Sempre oriente seu cliente quanto ao uso de imagens protegidas e sobre a importância de obter autorização para tal.


Caso utilize textos retirados de livros, revistas, artigos e/ou outros sites, cite a(s) fonte(s) e dê o devido crédito ao autor. Você pode, ainda, utilizar a licença Creative Commons para determinar o uso de seus próprios textos por terceiros.


Templates de sites são um caso à parte: alguns são disponibilizados para venda e, só o fato de comprá-los, claro, lhe dá o direito pleno de uso. Oriente seu cliente sobre a importância da exclusividade e do desenvolvimento totalmente voltado às necessidades da empresa, já que com os modelos prontos, corre-se o risco de encontrar diversas outros sites iguais ao dele. Além disso, caso você queira “inspirar-se” e apenas “consultar” os sites que vendem templates, não se aproveite do fato de você saber desenvolver para apenas copiar o design. Isso também infringe leis de direitos autorais.


Scripts copiados/baixados também merecem atenção. Sabemos que é perfeitamente possível acessar o código CSS e Javascript de um site e, mesmo nos casos de sites e blogs que oferecem scripts gratuitos, é de bom tom você acrescentar um comentário em seu código citando a fonte do mesmo. Geralmente, os arquivos de scripts bem elaborados já apresentam este comentário com os dados do programador, portanto, seja educado e não os exclua.


Para citar suas fontes no código HTML, lembre-se de usar as tags adequadas:


<abbr>, <acronym>, <address>, <cite>, <q>

Sobre o Colunista:

Juliana Padron


Descrição: Juliana Padron é designer e sócia-diretora da W3P Projetos Web. Especialista em email marketing, é uma das responsáveis pela criação do projeto Templateria, um e-commerce dedicado a templates de email marketing.

Site: http://www.w3p.com.br

Deixe seu comentário:





© Copyright 2002-2018
Portal SOS Designers
Webmaster: Luiz Antonio Bovi