Bem vindo ao SOS Designers

Faça o seu cadastro gratuito no Portal SOS Designers e tenha um acesso personalizado.

Empresas

Cadastre gratuitamente suas vagas, crie sua propria Lista de Curriculos Favoritos, e tenha um acesso personalizado.

Usuarios

Cadastre gratuitamente seu curriculo, crie sua propria Lista de Noticias Favoritas e tenha um acesso personalizado.

Área de Empresas | Vagas

Área de acesso a empresas cadastradas que desejam postar vagas de empregos no Portal e pesquisar curriculos.

Cadastre-se gratuitamente
Esqueceu a sua senha?

Área de Usuarios | Curriculos

Área do Usuario que deseja cadastrar seu curriculo e pesquisar vagas.



Cadastre-se gratuitamente
Esqueceu a sua senha?


Redes Sociais
Siga o Portal SOS Designers no Twitter Siga o Portal SOS Designers no Facebook

SEO


Você está aqui: Home » SEO » Afinal, para que servem as meta tags?

Afinal, para que servem as meta tags?


Pesquisar no Portal SOS Designers





Tempo Real



Siga o SOS Designers








pub_flash( 'http://www.sosdesigners.com/banners/web_flash_300x250.swf', 300, 250 ); " alt="Tecnoponta - 300 x 250 - webdesign" />

Meta tag é um tipo de meta dado que inserimos dentro de uma página (X)XHTML e, como ela é um meta(espaço)dado, escrevemos meta(espaço)tag, assim mesmo: meta tag.

Geralmente, as meta tags são muito queridas por alguns proprietários de sites, que acreditam que elas ajudam no bom posicionamento de suas páginas nos mecanismos de buscas. Isso é verdade? Bem… sim e não. Antes de começar, vamos entender alguns conceitos:


Meta tag = meta dado que descreve uma página da web
User-agent = aplicação que requisita informações ao servidor e as recebe as respostas à esta requisição.
Meta dado = dado sobre um dado ou informação sobre uma informação. Se o próprio site contém informações, os meta dados fornecem informações sobre estas informações dentro do espaço virtual.


Os mecanismos de busca possuem robots (user-agents) que visitam os sites da web de tempos em tempos para rastrear novos conteúdos. Quando você consulta as estatísticas de acesso a seu site, uma parte dos visitantes dali consiste nos Robots (ou spiders) dos mecanismos de busca, pois eles, literalmente, visitam seu site e o lêem para ver se há algo interessante ali. Como eles percorrem todo o código-fonte de um site para analisar a qualidade do conteúdo, inserimos meta tags no início do documento para que elas possam fornecer aos robots um “resumo” da página. Por isso, elas são meta dados: fornecem informações sobre as informações contidas naquele documento.


As informações da página – e não do site, porque cada página de um site deve possuir suas meta tags individuais de modo a otimizar e detalhar a descrição de cada uma – fornecidas aos robots são, por exemplo, as palavras-chave contidas naquela página, uma breve descrição, dados do autor, data de criação e outras. Portanto, a função principal da meta tag é informar, e não indexar. Toda informação deve ser precisa, portanto, um bom uso das meta tags se faz das seguintes formas:

  • Insira palavras-chave e descrição relevantes a seu site: se seu site fala sobre abóboras, não insira “Harry Potter” nas meta tags na ilusão de que, por usar uma palavra muito procurada nos buscadores, seu site entrará nos resultados. Os buscadores utilizam as meta tags também para categorizar o site, portanto, se ele detectar que você não fala de Harry Potter em seu site, você pode ser penalizado no posicionamento.
  • Mantenha as meta tags simples e objetivas: não insira 672 palavras em uma meta tag. Elas, com certeza, irão abranger um universo muito maior do que é o seu site e o tornarão pouco relevante. Alguns mecanismos de busca, ainda, só “lêem” até a 6ª palavra-chave, por isso, é importante concentrar-se nas palavras realmente mais importantes de seu site (e repeti-las um número razoável de vezes em seus textos).
  • Não use Refresh para redirecionamentos: se for mesmo necessário redirecionar um usuário quando ele acessar seu site, opte pelo redirecionamento padrão ou via frame, realizados no servidor. O primeiro, redireciona o usuário sem que ele saiba que foi para outro lugar (permanece exibindo o endereço acessado na barra de endereços do navegador). O redirecionamento padrão exibe, na barra de endereços, o novo local para onde o usuário foi encaminhado. O redirecionamento tipo Refresh utilizado em meta tag tende a confundir os bancos de dados dos buscadores e, mesmo para seu visitante, esta não é a melhor opção.


Entretanto, o Google é um mecanismo de busca que ignora as meta tags. Como assim??? Bem, alguns mecanismos de busca as utilizam para categorizar o site e indexá-lo em seu conteúdo. O Google não. Os robots deste buscador foram programados para ignorar as informações das meta tags no processo de indexação devido à alta ocorrência de “meta tag spamming” (spam de meta tags, isto é, palavras-chave e descrições que não estão de acordo com site e/ou estão em excesso). Ao invés de meta tags, ele usa o próprio conteúdo da página para indexá-la a seus resultados..


Para você estar no Google, seu site precisa ser altamente relevante, cheio de informações sobre o assunto a que você se propôs a falar, de preferência em HTML – e não todo em Flash – e obedecer a certos requisitos que são assuntos para outros artigos. Mas já antecipando: não existem truques para incluir um site no Google. Estar lá, depende exclusivamente da qualidade do conteúdo.


Já vi alguns sites que utilizam uma meta tag específica para indexação pelo robô do Google, que é:


<meta name="GOOGLEBOT" content="INDEX, FOLLOW">


Bem, esta meta tag está em desuso e, na verdade, nunca chegou a afetar um site para que seja incluído no Google. A meta tag que informa se o robot de qualquer mecanismo de busca deve ou não indexar uma página é esta (recomendada pelo W3C):


<meta name="robots" content="follow />


Onde o atributo "content" possui outras propriedades além de "follow", que significa “indexe esta página e siga os outros links para os quais ela aponta.


O fato de o Google ignorar as meta tags para fins de indexação não significa que ele vá ignorá-las para sempre e que elas de nada servem. Quando seu site aparece nos resultados deste buscador, note que, abaixo do título do site, ele exibe uma breve descrição. Geralmente, esta descrição é a mesma da meta tag description, ou, se ela não existe, ele exibe parte do conteúdo da página. Ora, o objetivo da meta tag não é fornecer informações? Bem, é exatamente para isso que o Google vai usá-la: para exibir a informação sobre o site ao usuário que efetuou uma pesquisa, e não para fazer milagres.


Para aprender mais:


Metatags: http://developer.mozilla.org/pt/docs/Utilizando_meta_tags
Googlebot: http://www.google.com/intl/pt-BR/webmasters/bot.html
Fatos e Ficção sobre o Google: http://www.google.com/intl/pt-BR/webmasters/facts.html

Sobre o Colunista:

Juliana Padron


Descrição: Juliana Padron é designer e sócia-diretora da W3P Projetos Web. Especialista em email marketing, é uma das responsáveis pela criação do projeto Templateria, um e-commerce dedicado a templates de email marketing.

Site: http://www.w3p.com.br

Deixe seu comentário:





© Copyright 2002-2018
Portal SOS Designers
Webmaster: Luiz Antonio Bovi